Notícias

Dona das Casas Bahia deve indenizar funcionário ridicularizado por ser magro

A empresa Via, dona das redes Ponto e Casas Bahia, foi condenada pelo Tribunal Superior do Trabalho a indenizar em R$ 5 mil um funcionário que era constantemente ridicularizado pelo chefe.

De acordo com a decisão unânime, houve desrespeito à inviolabilidade psíquica do trabalhador, que trabalhava como técnico de montagem de móveis em uma loja do grupo na cidade de Dourados (MS).

No processo, o funcionário declarou que era cobrado de maneira agressiva por sua magreza, com expressões do tipo “ei aí, magrelo, tá fraco, não vai dar conta do recado’.

O relator Maurício Godinho Delgado destacou que o empregador é responsável pela indenização quando as agressões morais são corriqueiras e generalizadas no ambiente de trabalho.

Procurada, a Via afirmou em nota que não comenta decisões judiciais, mas que repudia qualquer ato que viole seu Código de Conduta Ética.

Com informações da coluna Painel S.A., do jornal Folha de S.Paulo

Compartilhe!