Notícias

Mulher fica sem auxílio por constar como ‘presidente da República’ em sistema

Adeyula Rodrigues, de 31 anos, mora na cidade de Vila Velha, no Espírito Santos, e está desempregada, mas não consegue receber o auxílio emergencial de R$ 600.

Ao se cadastrar no aplicativo da Caixa, o sistema aponta que ela possui dois registros de empregos ativos em sua carteira de trabalho digital.

Um dos registros é de “presidente da República”, pela Secretaria de Estado de Educação (Sedu), e o outro de auxiliar de secretaria pela Prefeitura de Vila Velha.

Segundo reportagem publicada pelo jornal A Gazeta, Adeyula trabalhou como cuidadora infantil, mas o contrato foi encerrado em agosto de 2019. Desde então, está sem emprego registrado.

Apesar do desligamento, a Relação Anual de Informações Sociais (Rais), utilizada na análise do auxílio emergencial, informa que Adeyula segue como servidora municipal ativa.

Em nota, a Prefeitura de Vila Velha informou que os desligamentos feitos em 2019 foram enviados somente no último dia 14 de abril ao Ministério da Economia.

Já a Sedu argumentou que o cadastro dos servidores não é feito na Carteira de Trabalho e que a opção “Presidente da República” não consta no sistema.

A secretaria também declarou que está à disposição de Adeyula para retificar as informações junto ao Ministério do Trabalho.

Com informações da IstoÉ


Compartilhe!