Notícias

Entregadores de aplicativos marcam greve geral para a próxima semana

Entregadores de aplicativos como iFood, Rappi e Uber Eats estão se organizando para promover uma paralisação geral no próximo dia 1º de julho.

A greve tem como objetivo cobrar melhores condições de trabalho, aumento do pagamento das corridas por quilômetro, e direito a um seguro de roubo, de acidente e de vida.

Entre as reivindicações, está a adoção de um auxílio pandemia, que incluiria uma licença remunerada para entregadores infectados em serviço.

Os profissionais também reclamam dos critérios adotadas para distribuição dos chamados e pedem o fim dos bloqueios e desligamentos indevidos das plataformas.

Com o distanciamento social imposto pelo novo coronavírus, o número de entregas e pedidos aumentou, mas os entregadores relatam que a remuneração caiu.

O movimento grevista vem sendo organizado por meio de grupos de WhatsApp e conta com a participação de profissionais de diferentes cidades do país.

Com informações de agências


Compartilhe!